Panorama Sergipe

Anuncie aqui
Anuncie aqui

Geral

O crescimento do turismo de experiência no Brasil

O turismo de experiência tem se destacado como uma tendência global crescente, e o Brasil não é uma exceção a esse movimento

Panorama Sergipe
Por Panorama Sergipe
O crescimento do turismo de experiência no Brasil
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Por Hugo Julião - Jornalista, radialista, publicitário e diretor do  portal Aracaju Magazine

Uma pesquisa conduzida pelo Sebrae, em parceria com o TRVL LAB, laboratório de inteligência de mercado em viagens, revela insights profundos sobre o comportamento dos turistas brasileiros e as oportunidades que esse segmento oferece ao mercado nacional.

TRVL LAB

Leia Também:

O estudo evidencia que o turista brasileiro está alinhado com as tendências globais de turismo, onde a busca por experiências autênticas e personalizadas durante as viagens tem ganhado destaque.

Esse fenômeno foi intensificado pelo período de isolamento social causado pela pandemia, que fez com que viajar se tornasse uma forma de explorar e vivenciar o melhor de cada destino.

Tal mudança de comportamento tornou as experiências oferecidas pelos locais visitados um fator crucial na decisão de escolha dos destinos.

Perfil e preferências do turista brasileiro

Segundo o levantamento, a experiência vivida durante a viagem é a principal motivação para quase nove em cada dez turistas brasileiros.

Para desfrutarem dessas vivências, uma parte significativa dos viajantes prefere estar sozinha (26%) ou acompanhada por seus companheiros e filhos (40%).

Os passeios a pé nas cidades visitadas emergem como a atividade preferida por 63% dos turistas. Além disso, o contato com a natureza e o ecoturismo são de grande interesse para 57% dos entrevistados, enquanto quase 70% buscam momentos de relaxamento.

Homem em uma serra
Crédito: Sebrae/TRVL LAB

O turismo de experiência não apenas atende às demandas dos turistas, mas também tem um impacto econômico substancial.

Ele é responsável por quase 60% do faturamento dos pequenos negócios do setor.

Estudos do Sebrae indicam que o ecoturismo é ofertado por 66% das empresas dessa indústria, demonstrando a relevância e o crescimento desse segmento, que registra uma taxa anual de crescimento de 30%, contribuindo com 9% do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil.

Comportamento de Consumo e Planejamento

A pesquisa também detalha o comportamento de consumo dos turistas.

A parcela mais significativa dos entrevistados (32%) relatou ter gasto mais de R$ 5 mil em sua última viagem, com sete em cada dez utilizando cartão de crédito ou débito para suas compras.

Quase 30% dos viajantes brasileiros realizaram a compra ou reserva de suas experiências com um mês, ou mais de antecedência, e a maioria (77%) utilizou o Instagram para descobrir atrações a serem visitadas.


Crédito: Sebrae/TRVL LAB

Outro aspecto relevante é a compra antecipada de experiências através de plataformas digitais.

O estudo indica que 56% dos entrevistados utilizaram sites e aplicativos de agências de viagens para a compra ou reserva de atividades, sublinhando a importância da digitalização no planejamento e execução das viagens.

Conclusão do estudo

O Brasil tem um potencial imenso a ser explorado com o fortalecimento do turismo de experiência.

A sinergia entre a oferta de experiências autênticas e a demanda crescente dos turistas cria um cenário promissor para o desenvolvimento econômico e social do país.


Crédito: Sebrae/TRVL LAB

Com uma estratégia focada em promover e diversificar essas experiências, o Brasil pode não apenas atrair mais turistas, mas também consolidar-se como um destino de destaque no cenário global do turismo de experiência.

 
 
 
Comentários:

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!