Panorama Sergipe

Anuncie aqui
Anuncie aqui

Geral

Após 11 meses de luta, filho de Zé Vaqueiro morre

Bebê enfrentou desde o nascimento complicações relacionadas à Síndrome de Patau

Panorama Sergipe
Por Panorama Sergipe
Após 11 meses de luta, filho de Zé Vaqueiro morre
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
 

Na madrugada desta terça-feira (09 de julho), o cantor Zé Vaqueiro compartilhou uma triste notícia em suas redes sociais: seu filho, Arthur, fruto de seu relacionamento com a empresária Ingra Soares, faleceu aos 11 meses de idade. Arthur lutava contra a Síndrome de Patau, uma condição genética rara e grave caracterizada pela presença de um cromossomo 13 extra.

Diagnosticado desde o nascimento em julho de 2023, Arthur enfrentou uma batalha árdua, permanecendo hospitalizado durante a maior parte de sua curta vida. A Síndrome de Patau, também conhecida como trissomia do cromossomo 13, é marcada por severos defeitos no desenvolvimento físico e neurológico, incluindo anomalias cerebrais, cardíacas e faciais.

Ingra Soares, mãe de Arthur, de 32 anos e já mãe de outros dois filhos, compartilhou publicamente os desafios enfrentados pela família durante esses meses de internação. Cerca de 80% dos bebês afetados pela Síndrome de Patau apresentam problemas cardíacos significativos, além de outras complicações que comprometem gravemente sua qualidade de vida.

Leia Também:

A comoção gerada pela morte de Arthur se reflete nas redes sociais, onde amigos, fãs e seguidores do cantor Zé Vaqueiro expressam suas condolências e solidariedade neste momento de luto. A família ainda não se pronunciou sobre os detalhes do funeral.

Síndrome de Patau

A Síndrome de Patau afeta aproximadamente 2 em cada 10.000 gestações e não possui cura conhecida. Seus efeitos são detectáveis durante a gravidez por meio de exames pré-natais, permitindo um diagnóstico precoce que pode orientar os cuidados médicos necessários desde os primeiros momentos de vida do bebê afetado.

Arthur deixou um legado de luta para seus pais e aqueles que acompanharam sua jornada de luta. A partir de agora, a família Zé Vaqueiro enfrentará o desafio de lidar com a perda de um ente tão querido, enquanto compartilham a mensagem sobre a importância do diagnóstico precoce e do apoio às famílias que enfrentam condições médicas complexas como a Síndrome de Patau.

FONTE/CRÉDITOS: Panorama Sergipe
Comentários:

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!